• Ultimas Noticias

O sucesso da escola é resultado do alinhamento com as famílias!

O grande desafio da humanidade, diante das novas tecnologias e dos novos conhecimentos, é reorganizar valores, reformular a ética do ser humano, redimensionar o valor do conhecimento. Nos últimos anos, inúmeras mudanças ocorridas na sociedade vêm interferindo na dinâmica, estrutura familiar e escolar, acarretando transformações no padrão tradicional de organização e, obviamente, respingando na atuação da escola. Entendemos que escola e família buscam um mesmo objetivo, o sucesso do processo educacional e desenvolvimento dos estudantes. Portanto, a visão do que ocorre no contexto escolar, seja positiva ou negativa, deve ter uma escuta da família. Essa escuta é importantíssima. No cenário escolar, na presença de outros jovens, os filhos apresentam um papel, muitas vezes, uma outra versão de si mesmos dentro do coletivo. O novo quadro do Fantástico “Meu filho nunca faria isso” nos faz refletir como, apesar de inúmeras orientações dos pais, do conhecimento racional sobre o certo e o errado, o jovem pode descumprir ou negligenciar regras aparentemente óbvias. Isso ocorre, pois durante a formação, crianças e adolescentes testam limites e, pela própria maturação neuronal, podem ter dificuldades em planejar como agir. Por isso, digo que cabe aos pais, escola e educadores em geral fazerem uma fronteira constante, mostrando ética, conduzindo e orientando comportamentos. Nem sempre as famílias estão prontas para acolher o parecer de um professor sobre o comportamento da criança. Entretanto, em sala de aula com em média 30 estudantes, conflitos, divergências aparecem e reações inesperadas também. Neste cenário, temos um professor, conteúdo extenso, metas a cumprir, mas uma visão 360 graus capaz de mediar, apaziguar, compreender. Entretanto, este profissional não pode se sentir sozinho na formação dos valores. Na verdade, a família é protagonista nesta atuação. Diante disso, quando a escola solicitar a parceria, os pais devem acolher a demanda. Esta relação exige uma maior articulação que favoreça a construção coletiva de uma gestão integrada, um discurso em que um reforça a fala e o olhar do outro. Na prática, percebemos que essa participação aumenta o rendimento escolar, melhora o comportamento social, desenvolve as habilidades e facilita a aquisição de normas e de valores. Proximidade não significa que família interfere no papel da escola e que a escola invade o papel da família. A proximidade é, na verdade, um respeito mútuo, a importância de ambos da formação do cidadão. Somente assim potencializamos uma nova geração! Obrigada a todas as famílias do Colégio Objetivo pela confiança na nossa instituição e por construirmos juntos uma verdadeira parceria de sucesso!

Tatiana Sessa Orientadora Educacional

8 visualizações

(21) 2619-9500

©2019 por Colégio Objetivo Camboinhas. 

desenvolvido por m-tech