• GRAFICA OBJETIVO CAMBOINHAS

Você sabe o que o seu filho anda vendo na Internet?

Em tempos de reclusão e pandemia, a internet pode ser um aliado para a aprendizagem, todavia é também um ponto que merece muito cuidado, pois os jovens estão expostos a uma série de perigos e conteúdo nocivo.

Muitos adoram jogar, mas os adultos sabem como são os jogos? Qual a meta do jogo? Em que acrescenta o repertório de tal jogo? Recentemente, ouvi uma música bem fofinha, estilo "Baby Shark", refrão chiclete. Embora eu tenha proficiência em inglês, as falas eram pronunciadas com muita rapidez, o que não me permitiu identificar a temática com precisão. A melodia colou no meu cérebro. Quando fui em busca do que dizia o conteúdo, descobri que a mensagem era pornográfica. Aparentemente, o vídeo era bem infantil, voz infantil.

Questionei-me se as crianças compreendiam a malícia da letra, indagando-me se as risadas eram devido ao ritmo infantil. Desse modo, penso ser fundamental, mais uma vez, oferecer um alerta sobre a importância de olhar com uma lupa para jogos e vídeos supostamente engraçados, mas que têm uma mensagem subliminar, expondo ideias que antecipam fases na vida da criança e do adolescente.

Sempre pergunto: Você deixaria o seu filho no centro de uma grande cidade, sozinho, por algumas horas? Obviamente que não. Sabemos que a internet tem um vasto território, sendo significativo muitas vezes, mas também extremamente pernicioso. Infelizmente, no dia a dia corrido, os pais, com seus diversos afazeres, não têm condição de monitorar todo o momento. Portanto, aqui vão algumas dicas:

- Utilize plataformas de controle parental, seja para regular o tempo de uso de cada App, seja para restringir a classificação. Habitualmente, faça o monitoramento dos sites acessados pelos filhos. As plataformas de controle parental apresentam, muitas vezes, um relatório das páginas visitadas. O Family link é uma ferramenta que nos permite tal controle.

- Tente incentivar o seu filho a utilizar a internet num cômodo em comum da casa, não isolado;

- Cuidado com as redes sociais;

- Não subestime a compreensão de seus filhos. Eles podem entender mais sobre a utilização de um recurso do que nós mesmos;

- Você precisa saber todas as senhas do seu filho;

- Incentive o uso da internet para pesquisas, deveres e atividades positivas, que nutrem o cérebro. No que diz respeito aos jogos, fale com o seu filho para lhe mostrar antes de jogar; - Incentive várias formas de diversão: jogos de tabuleiro, leitura, arte, esporte, dança... E, principalmente, estar presente é o melhor presente que podemos proporcionar aos nossos filhos!


Tatiana Sessa


0 visualização

(21) 2619-9500

©2019 por Colégio Objetivo Camboinhas. 

desenvolvido por m-tech