• Ultimas Noticias

Whatsapp: inimigo ou aliado na educação?

Neste ano, o whastapp faz 10 anos desde a sua divulgação. É um aplicativo multiplataforma que revolucionou a nossa comunicação e cotidiano. Este é mais um recurso digital para trocas de ideias e informações. Na mesma velocidade que chegou, trouxe dependência e malefícios,  os quais são percebidos a longo prazo.

Obviamente os malefícios e benefícios do whatsapp estarão presentes, também, na instituição de ensino. E precisamos refletir sobre isso, pois assim que o ano inicia, as famílias, muitas vezes, trocam os números dos telefones para formar o grupo da turma do filho. Ao longo do ano letivo, quando esta ferramenta é utilizada de forma positiva, é extremamente válida, quando não, causa desconforto entre as famílias. O universo infantil é recheado de acontecimentos no dia a dia e estes, historicamente, foram trabalhados dentro dos muros da escola. Às vezes, são questões para a escola, professores e equipe disciplinar resolverem. Em outras ocasiões, a família é convocada e a solução vem através desta união, de forma sigilosa e ética. Atualmente, os casos são expostos e julgados em grupos de whastapp. Claro que quando um caso envolve duas famílias, ou uma turma, isto também pode e deve ser resolvido com a mediação da instituição de ensino.

Você sabia que 77% dos incidentes escolares envolvem o Whatsapp? É o que aponta a quarta edição da pesquisa Escola Digital Segura. Os dados indicam ainda que 6 em cada 10 escolas já tiveram problemas com grupos que eram constituídos por responsáveis dos estudantes. Quando a situação entre família e escola se desenrola via aplicativos que não são direcionados especificamente para esse tipo de interação, a escola começa a perder informações preciosas que poderiam muito bem ser utilizadas para o aprimoramento da instituição.

O cuidado das famílias deve ser constante para que a escola não desvie de seu maior foco: o pedagógico. Como a criança ainda é um ser em formação, ela leva situações para casa sob o seu ângulo de visão e entendimento. Não necessariamente mentira, mas numa ótica unilateral. A postura dos pais deve ser a de esclarecer com a escola o ocorrido. Isto ocorreu mesmo? Quais as causas? O meu filho tem algum comprometimento nesta questão? O que pode ser feito?

Para os grupos do seu filho, caso ele tenha um celular, também é importante uma orientação e verificação constante. Isso não é invasão de privacidade! Os pais precisam ficar atentos ao conteúdo que circula nos celulares dos filhos, fiscalizar e controlar o uso dos aparelhos. Entretanto, o mais importante é manter sempre um diálogo sobre as questões éticas que envolvem a participação nas redes. O que o jovem deve fazer se receber uma mensagem que expõe uma pessoa? Como agir ao ler um texto com conteúdo preconceituoso? Quais as consequências de participar de uma conversa que envolva cyberbullying?

Abaixo alguns pontos para reflexão a respeito do grupo de pais no whatsapp:Pontos PositivosPontos Negativos·         Possível ajuda entre as famílias (carona, compartilhar algum material..)

·         Convites para festividades

·         Divulgar eventos interessantes e culturais

·         Sugestões literárias

·         Ações comunitárias e esportivas

·         Viabilizar a reunião dos grupos de trabalho para projetos escolares

·         Os pais serem um bom modelo de “Netiqueta”, ou seja, a boa conduta social dos pais é um excelente modelo para os filhos

·         Aproximação das famílias.·         Movimento dos pais para saberem quais seriam as tarefas de casa e gabaritos.

·         Desrespeitar valores e princípios das outras famílias

·         Julgar e expor outras crianças a partir do relato do seu filho, sem averiguação dos fatos.

·         Excesso de mensagens desnecessárias, prejudicando, assim, a leitura das mensagens que realmente são pertinentes

·         Foto de um evento em que nem todas as crianças foram convidadas, podendo gerar sentimentos de exclusão

·         Queixas de práticas escolares (estas devem ser destinadas ao colégio).

O diálogo presencial e a valorização da instituição escolar são primordiais. Agora você decide: o whatsapp é inimigo ou aliado na educação?

Orientação Educacional

0 visualização

(21) 2619-9500

©2019 por Colégio Objetivo Camboinhas. 

desenvolvido por m-tech